sábado, 21 de março de 2015

Classic Le Mans - cobertura da segunda etapa - 18/03/2014


Alto nível dos participantes, competitividade e equilíbrio nas disputas. Estas são as marcas da segunda edição do Classic Le Mans, que nesta última quarta feira teve a sua segunda etapa disputada. Foram dois vencedores diferentes na classificação geral (noite das Alfas, diga-se de passagem) e a consolidação de um novo talento nas fendas da Shelby.

A programação do dia já era conhecida de todos. Treino livre de 10 minutos para aquecimentos e acertos iniciais das máquinas, seguidos da primeira classificação de 10 minutos e a primeira bateria do dia. Na sequência, mais uma classificação para o grid de largada da segunda bateria.

A sequência das cores das fendas para a primeira bateria era:

André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 "Cascavel de Ouro" - Verde
Chico "Lauda" Takahashi (PRO) - Matra MS670B - Amarela
Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - Laranja
Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - Preta
Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - Roxa
Jhones Santana (AM) - Ford MKII - Vermelha
Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - Azul
Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - Branca

No treino livre, a melhor volta ficou com Chico "Lauda" Takahashi e sua rapidíssima Matra MS670B, com a marca 08.07. Em segundo, Marcelo Jaworski com 08.112, seguido de Fabricio Macieri em terceiro (08.113), André Hiebra em quarto (08.12), Jhones Santana em quinto (08.58), Rodrigo Barbour em sexto (08.71), Alexandre Mello em sétimo (09.00) e Rodrigo Carelli em oitavo (10.49).

Sem descanso e já estamos na classificação para a primeira bateria. Hora de pisar fundo para a busca dos melhores lugares do grid de largada. Ao final, pole position para a Alfa Romeo T33/3 de André Hiebra, com o ótimo tempo de 07.95. Segunda posição para Chico "Lauda" com a Matra (07.96) (veja a incrível mínima diferença dos tempos!), terceira posição para o líder do campeonato, Rodrigo Barbour (08.01), em quarto o frio e constante Fabricio Macieri (08.02), quinta posição para Marcelo Jaworski (08.06). Muito equilíbrio na disputa pelos melhores tempos entre os PRO´s. Fechando a grelha de largada, os AM´s Jhones Santana em sexto (08.52), Alexandre Mello em sétimo (08.80) e em oitavo, Rodrigo Carelli (10.41).







 
De baixo para cima, as máquinas do Classic Le Mans: Alfa T33/3 "Cascavel de Ouro", Matra MS670B, Ford GT40, Ford MKII #6, Ford MKII #98, Ferrari 312PB, Alfa Romeo T33/3 e McLaren M8D








O grid de largada da primeira bateria


Todos a postos nos cockpits para a largada da primeira bateria. Depois de 20 minutos de intensa disputa, vitória da Alfa Romeo T33/3 de Marcelo Jaworski, com uma excelente marca de 141 voltas e apenas duas voltas à frente do segundo colocado, o que demonstra o alto grau de equilíbrio e competitividade deste campeonato. A melhor volta da corrida ficou com Chico "Lauda", com o tempo de 07.92. Destaque para Jhones Santana, da categoria AM, com uma ótima quinta posição ao final da bateria.

Segue a classificação final da primeira bateria:

1º - Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 141 voltas - melhor volta: 08.09
2º - Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - 139 voltas - melhor volta: 08.06
3º - André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 130 voltas - melhor volta: 07.98
4º - Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - 119 voltas - melhor volta: 07.95
5º - Jhones Santana (AM) - Ford MKII - 110 voltas - melhor volta: 08.27
6º - Chico "Lauda" Takahashi (PRO) - Matra MS670B - 100 voltas - melhor volta da prova: 07.92
7º - Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - 100 voltas - melhor volta: 11.17
8º - Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - 95 voltas - melhor volta: 08.73

Não deu nem tempo de esfriar os pneus e os pilotos enfrentavam a segunda e última classificação do dia. O desafio agora era a troca das fendas, que ficaram dessa forma:

André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 "Cascavel de Ouro" - Amarela
Chico "Lauda" Takahashi (PRO) - Matra MS670B - Azul
Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - Verde
Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - Laranja
Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - Preta
Jhones Santana (AM) - Ford MKII - Branca
Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - Vermelha
Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - Roxa

Ao final, pole position para Fabricio Macieri e a poderosa McLaren M8D, com a marca 07.80. Em segundo, Chico "Lauda"(07.85), terceiro para André Hiebra (07.88) - veja que pequena a margem de diferença nos tempos! -, quarto para Marcelo Jaworski (08.04), em quinto Rodrigo Barbour (08.10), em sexto Jhones Santana (08.31), sétimo para Alexandre Mello (08.46) e em oitavo, Rodrigo Carelli (10.49).






 
Visão panorâmica do grid de largada da segunda bateria, com destaque para a pole position da McLaren M8D, na sua clássica cor laranja
 




E lá vamos nós para a segunda e última bateria desta segunda etapa. Depois de 20 minutos de muita briga e alguns acidentes, vitória para André Hiebra e a sua combativa Alfa Romeo T33/3, três voltas à frente de Fabricio Macieri, um bom resultado para o piloto da McLaren laranja, que também ficou com a melhor volta. Destaque mais uma vez para Jhones Santana, com a excelente quarta posição, o que o credencia como a revelação deste campeonato.

A seguir, a o resultado final da segunda bateria:

1º - André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 -145 voltas - melhor volta: 07.98
2º - Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - 142 voltas - melhor volta da prova: 07.78
3º - Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 134 voltas - melhor volta: 08.16
4º - Jhones Santana (AM) - Ford MKII - 131 voltas - melhor volta: 08.40
5º - Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - 122 voltas - melhor volta: 08.18
6º - Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - 116 voltas - melhor volta: 09.73
7º - Chico "Lauda" (PRO) - Matra MS670B - 114 voltas - melhor volta: 07.90
8º - Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - 102 voltas - melhor volta: 08.73

Com a palavra, os pilotos

André Hiebra teve muito trabalho até a segunda etapa para consertar os danos do grande acidente da primeira bateria da primeira etapa. Pelo que vimos, os reparos foram bem sucedidos e a Alfa Romeo T33/3 "Cascavel de Ouro" andou muito bem na pista da Shelby. "O Marcelo arrumou a carenagem do meu carro com fita trançada", relata o piloto, detalhando um pouco o que foram os reparos no bólido.

"O desempenho nas fendas de cima, verde e amarela, foram excelentes. Uma pole na primeira bateria e uma vitória na segunda", arremata Hiebra, satisfeito com a segunda etapa do campeonato. "Acredito que tive um ganho de desempenho considerável no retão", analisa o piloto. "Isso após o conserto no buraco da carenagem. Estou de volta à briga!", finaliza Hiebra.

Rodrigo Barbour chegou para essa corrida credenciado com a vitória dupla na primeira etapa. Porém, enfrentou um sério problema com os freios, além de alguns acidentes mais fortes, o que prejudicou seriamente seu desempenho. "Analisando as imagens, o acidente na primeira bateria, um pouco antes do curvão, interrompeu minha corrida por exatos 29 segundos!", lamenta Barbour, que mesmo com todos os problemas, ainda lidera a tábua de classificação do campeonato.

O melhor estreante deste campeonato vem sendo o piloto do Ford MKII azul escuro, Jhones Santana. Nesta segunda etapa, pontuou em todas as baterias e de quebra ainda chegou na frente de alguns PRO´s. "Meu freio na fenda vermelha estava falhando", conta Jhones, que prometeu treinar bastante até a próxima etapa.

Quem não teve uma segunda etapa de bons resultados foi Chico "Lauda" Takahashi. "A corrida foi emocionante. Fui prejudicado por muitas invasões na minha fenda, o que acabou favorecendo meus adversários". Chico faz uma revelação polêmica e enigmática, que pode colocar muita "pimenta" neste campeonato: "acredito que há uma conspiração. Vou acionar os meus advogados da HB PCA Matters & Sons". O blog irá apurar este fato para trazer mais detalhes deste depoimento. Foi uma etapa muito acidentada para Chico: "meu Matra terminou ´caolho´", arremata o piloto, referindo-se à perda de um dos faróis dianteiros de seu protótipo. E não foi só isso. Eu mesmo resgatei, após o final da segunda bateria, a asa traseira de seu Matra, no meio do curvão. Por fim, Chico não mostrou-se desanimado com os reveses destas últimas corridas: "Ansioso pela próxima etapa!".

Marcelo Jaworski está muito motivado após conseguir vencer uma bateria e encostar na ponta da tabela do campeonato. Ele espera brigar pelo título dessa edição do Classic Le Mans. "Após a primeira etapa com o domínio da Ferrari, ficou claro que vencer uma das duas corridas da segunda etapa e ainda estar na frente do líder do campeonato, mesmo que isso não representasse a segunda vitória. Enfim, foi o que aconteceu!", analisa o piloto da Alfa. Jaworski emenda: "na fenda preta foi possível alcançar a vitória, mas na laranja, acredito que a pior fenda da pista, o terceiro lugar foi um bom resultado". Marcelo finaliza: "Com a Ferrari em quinto a missão foi cumprida!".

Jaworski cedeu, em colaboração à equipe Hiebra, sua oficina para o restauro do acidente ocorrida na primeira etapa do campeonato: "colaboramos utilizando a nossa oficina para reparos na Alfa do Hiebra, que encontrava-se em frangalhos e que acabou por fazer uma ótima etapa".

Segue a classificação geral do campeonato, que está emocionante e super disputado, após duas etapas (já considerando o sistema de descartes de piores resultados, conforme regulamento):

1º - Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - 21 pontos
2º - Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 16 pontos
3º - André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 "cascavel de ouro" - 15 pontos
4º - Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - 14 pontos
5º - Chico "Lauda" Takahashi (PRO) - Matra MS670B - 6 pontos
6º - Jhones Santana (AM) - Ford MKII - 5 pontos
7º - Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - 4 pontos
8º - Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - 0 pontos

A classificação da categoria AM até o momento é a seguinte:

1º - Jhones Santana - Ford MKII - 24 pontos
2º - Rodrigo Carelli - Ford MKII - 16 pontos
3º - Alexandre Mello - Ford GT40 - 10 pontos








Neste mesmo dia, foi decidido qual o próximo campeonato que será disputado pelo grupo Racing: Grupo C. O Blog do Carelli, mais uma vez, irá acompanhar todas as informações e novidades sobre este campeonato, que desde já promete muitas emoções.

Próximo encontro marcado para o Classic Le Mans, somente em 15 de abril. Até lá, muitos treinos acontecerão na pista da Shelby e a ansiedade dos pilotos estará à prova. Até a próxima!

Um comentário:

  1. Carelli, como sempre, muito conteúdo repleto de detalhes e imagens. Parabéns!!!

    ResponderExcluir