sábado, 7 de março de 2015

Classic Le Mans - cobertura da primeira etapa - 04/03/2015


Foram longos dias de espera. Uma pré temporada inteira de testes e preparação. Para os pilotos, a expectativa era grande. Os PRO´s, pela possibilidade da conquista de vitórias e mais um título para o cartel. Para os AM´s, categoria nova, a esperança de boas apresentações e, por que não, a conquista dos pontos na classificação geral.

Na última quarta feira, dia 4, finalmente chegava o grande momento da estreia do campeonato. De início, uma nota triste. A confirmação da não participação do piloto Sidney Lombardo e seu Chaparral 2E neste campeonato. Será uma grande ausência de um competidor que vinha muito bem nos treinos da pré temporada, uma promessa de forte disputa pelo título. Assim, o grid seria composto por oito carros, mesma quantidade de fendas disponíveis na pista da Shelby, ou seja, todos os pilotos do campeonato participarão de todas as corridas.

A programação previa inicialmente o sorteio das fendas e na sequência um treino livre de 10 minutos. A melhor marca ficou com Fabricio Macieri (McLaren M8D), com 08.07. Foi a oportunidade de adaptar-se à pista, que estava muito escorregadia no início.

Após o fim do treino livre, carros e pilotos de novo na pista para a disputa da classificação e definição do grid de largada para a primeira bateria. Depois de 10 minutos muita disputa nas voltas rápidas, pole position para Marcelo Jaworski (Alfa Romeo T33/3), com o tempo de 07.972. Jaworski explica o desempenho no treino livre e classificação para a primeira bateria: "Estou satisfeito com o rendimento do meu Alfa, porém há muito para melhorar na pilotagem. No treino livre senti que o carro estava bem competitivo e a pole foi consequência do acerto da máquina no traçado". Marcelo garantia o primeiro ponto do campeonato.

O grid foi completado, na sequência, pela Ferrari 312PB de Rodrigo Barbour, a Alfa Romeo T33/3 "Cascavel de Ouro" de André Hiebra, a McLaren M8D de Fabricio Macieri, a Matra MS670B de Chico "Lauda" Takahashi (todos PRO´s). Entre os AM´s, o primeiro a aparecer no grid foi o Ford MKII de Jhones Santana, seguido do Ford GT40 "Gulf" de Alexandre Mello. O Ford MKII branco de Rodrigo Carelli fechava a rabeira da grelha de largada.

 
Grid de largada para a primeira bateria, com os protótipos da categoria PRO

 
O final do grid composto pelos GT´s da categoria AM


 
Concentração e adrenalina no nível máximo. Da esquerda para direita: "Lauda", Macieri e Jaworski






Antes da largada, a adrenalina corria nas veias e expectativa estava a mil entre os pilotos. Segundos antes do sinal, dava para ouvir a respiração de cada um. Veja no vídeo abaixo o momento da contagem regressiva, a largada e as primeiras voltas:


 

 


Jaworski largou na frente e conseguiu manter a dianteira. Importante ressaltar que não houve acidentes na largada e na primeira volta, uma vez que o curvão e a freada da reta principal são considerados pontos críticos quando os carros estão em disputa 'lado a lado". Marcelo lembra como foram os momentos iniciais desta etapa: "na largada da primeira corrida consegui uma boa dianteira até o primeiro erro...", lamenta o piloto. Marcelo completa: "o terceiro lugar nesta primeira etapa foi justo, apenas lamento a volta mais rápida por 3 milésimos. Isso mesmo, 8.044 contra 8.041 da outra Alfa, do André Hiebra!"

Por falar em Hiebra, ele esteve envolvido em um fortíssimo acidente com a Matra de Chico "Lauda" Takahashi. Os ânimos esquentaram entre os dois pilotos, que chegaram a discutir. Com a adrenalina a mil, não seria diferente. Mas, como diria o piloto argentino Juan Manuel Fangio, "carreras son carreras", ou seja, faz parte do esporte e do calor da disputa. No final das duas etapas, os dois se acertaram e está tudo bem.

A Alfa "Cascavel de Ouro" de Hiebra ficou seriamente danificada nesta forte pancada. O piloto relata a série de problemas que assolaram seu protótipo: "o meu carro estava impraticável. Vários companheiros meus de pista chegaram a sugerir a troca. Não sei como completei as provas. Todas as vezes que baixava de 8.8 no tempo de volta, saía da fenda, por causa da rachadura no chassi, bem como pelo fato do berço do motor estar solto. A carenagem também foi destruída na parte dianteira." Hiebra ainda conseguiu uma sexta posição.

Depois de 20 minutos de intensa disputa de corrida, vitória espetacular da Ferrari 312PB de Rodrigo Barbour que, com constância e velocidade, deixou para trás as confusões e fechou a prova 5 voltas na frente de Fabricio Macieri. A melhor volta da prova foi de André Hiebra (Alfa T33/3), com a marca de 8.041, garantindo um ponto para o cômputo. Confira o resultado final da primeira bateria:

1º - Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - 138 voltas - melhor volta - 08.05 - 10 pontos
2º - Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - 133 voltas - melhor volta - 08.13 - 6 pontos
3º - Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa T33/3 - 120 voltas - melhor volta - 08.044 - 5 pontos (4 da prova e 1 da pole position)
4º - Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - 104 voltas - melhor volta - 10.89 - 3 pontos
5º - Jhones Santana (AM) - Ford MKII - 100 voltas - melhor volta - 09.08 - 2 pontos
6º - André Hiebra (PRO) - Alfa T33/3 - 95 voltas - melhor volta - 08.041 - 2 pontos (1 da prova e 1 da volta mais rápida na corrida)
7º - Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - 73 voltas - melhor volta - 08.63
8º - Chico "Lauda" Takahashi - Matra MS670B - 73 voltas - melhor volta - 08.20


 
A linda Alfa Romeo T33/3 "Cascavel de Ouro" - note na dianteira direita os danos da "panca" na primeira corrida
 

 
Ford MKII de Rodrigo Carelli, 4º colocado na primeira bateria - AM infiltrado entre os PRO´s

 
A rápida e linda Matra MS670B de Chico "Lauda"
 

 
McLaren M8D e sua clássica cor laranja de Fabricio Macieri
 


 
Alfa T33/3 de Marcelo Jaworski
 

 
Em primeiro plano, o Ford MKII de Jhones Santana
 


 
Hiebra e Barbour (de costas) nos ajustes das máquinas


 
Alexandre Mello limpado os pneus de seu belíssimo Ford GT40 "Gulf"
 

 
Pilotos na "resenha" antes da segunda classificação do dia
 


Chico na limpeza de pneus
 


Ainda com a adrenalina em alta, pausa para limpar os pneus, ajustes nas máquinas, trocas das fendas e mais um treino classificatório, dessa vez de 20 minutos. Ao final das flying laps, pole position para a Ferrari 312PB de Rodrigo Barbour, com o tempo de 07.80 e mais um ponto no campeonato.

Em segundo no grid a Matra de Chico "Lauda". Em terceiro, Jaworski com a Alfa vermelha, em quarto Macieri com a McLaren e em quinto, tentando driblar os problemas técnicos em sua Alfa, André Hiebra. Entre os AM´s, mais uma pole para Jhones Santana. Na sequência, Alexandre Mello e Rodrigo Carelli.

 
Grid de largada da segunda bateria - Ferrari na pole!
 





Depois de mais 20 minutos de corrida, outra vitória para Rodrigo Barbour, em uma noite inspirada! Domínio total e 3 voltas de vantagem para o segundo colocado. Destaque para a melhor volta de Chico Lauda, com a marca de 07.93, recorde das duas edições até o momento e mais um ponto para o campeonato. Segue a classificação final da segunda bateria:

1º - Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - 137 voltas - melhor volta - 08.01 - 11 pontos (10 da prova e 1 da pole position)
2º - Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 134 voltas - melhor volta - 07.99 - 6 pontos
3º - Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - 117 voltas - melhor volta - 08.10 - 4 pontos
4º - Chico "Lauda" Takahashi (PRO) - Matra MS670B - 112 voltas - melhor volta - 07.91 - 4 pontos (3 da prova e 1 da volta mais rápida na corrida)
5º - André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 109 voltas - melhor volta - 08.15 - 2 pontos
6º - Jhones Santana (AM) - Ford MKII - 107 voltas - melhor volta - 08.78 - 1 ponto
7º - Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - 103 voltas - melhor volta - 10.01
8º - Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - 78 voltas - melhor volta - 08.77


Os destaques das duas primeiras baterias, por Marcelo Jaworski:

- Barbour regressou às pistas em noite inspirada!

- Alfa #54 e McLaren coladas na tabela

- Chico "Lauda" faz o recorde de melhor volta das duas edições!

- Jhones foi o melhor na categoria AM

- Carelli estreia com um quarto lugar deixando dois PRO´s no retrovisor

- Mello sofreu as consequências da falta de treinos








Segue a classificação geral do campeonato até o momento:

1º - Rodrigo Barbour (PRO) - Ferrari 312PB - 21 pontos - 1 pole position
2º - Marcelo Jaworski (PRO) - Alfa Romeo T33/3 - 11 pontos - 1 pole position
3º - Fabricio Macieri (PRO) - McLaren M8D - 10 pontos
4º - André Hiebra (PRO) - Alfa Romeo T33/3 "Cascavel de Ouro" - 4 pontos - 1 melhor volta
5º - Chico "Lauda" Takahashi (PRO) - Matra MS670B - 4 pontos - 1 melhor volta
6º - Jhones Santana (AM) - Ford MKII - 3 pontos
7º - Rodrigo Carelli (AM) - Ford MKII - 3 pontos
8º - Alexandre Mello (AM) - Ford GT40 - 0 pontos


A classificação entre os AM´s, categoria nova no campeonato, é a seguinte:

1º - Jhones Santana - Ford MKII - 18 pontos - 1 vitória e duas pole positions
2º - Rodrigo Carelli - Ford MKII - 16 pontos -1 vitória
3º - Alexandre Mello - Ford GT40 - 10 pontos - 2 melhores voltas


E assim foram as emoções da primeira etapa do segundo Classic Le Mans. Encontro marcado na Shelby em 18 de março, para a realização da segunda etapa. Até lá!



4 comentários:

  1. Muito bom!! Estou ansioso para a segunda etapa!!

    ResponderExcluir
  2. Excelente matéria! Vou recuperar a alfa.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal a cobertura e os comentários do evento

    ResponderExcluir