sábado, 14 de novembro de 2009

Reflexões

Poucas são as vezes, nessa vida maluca que vivemos, que paramos para refletir. Refletir sobre nós, sobre o sentido das nossas vidas, como nos comportamos perante o nosso próximo. Somos solidários? Respeitamos uns aos outros? Estamos verdadeiramente presentes e ouvimos quando alguém fala conosco? Apegamo-nos demais aos bens materiais?


Por que será que existe tanta intolerância, violência, mortes banais no mundo? O que estamos buscando? Por que não há paz? Estamos fazendo a nossa parte? Brigamos no trânsito, somos intolerantes com problemas pequenos? Não percebemos que nosso problema pode ser pequeno perto do problema dos outros? Nos colocamos no lugar do outro, para compreendê-lo?


Nosso abraço é de fato fraternal? Expressamo-nos a que temos apreço nosso verdadeiro amor? Cadê o sorriso sincero em nosso rosto? Por que nos distanciamos de quem gostamos, nossos irmãos, nossos amigos, nossos pais? Que tal recuar e fazer as pazes?


Faço o que gosto? Faço o meu próximo feliz? Sempre ligo para meus amigos, mesmo que seja só para dizer "olá, como vai você?"?


Por que temos essa mania besta de segurar nossos sentimentos e não nos emocionar com uma bela canção, que toca nosso coração? Por que não nos deixamos ser guiados pela voz do coração?


Pela manhã, agradecemos o dia que raiou, todinho para nós?


Compartilho com vocês a letra de Oração do Horizonte, do Detonautas, composição de Tico Santa Cruz. Prestem atenção na letra. Para mim, uma música que toca meu coração e me faz refletir.



Abaixo segue o link para um vídeo da música, extraído do programa Câmara Ligada. Boa reflexão a todos!

http://www.youtube.com/watch?v=2QaDXp29dnQ



Oração do Horizonte (Detonautas)
Tico Santa Cruz


Nós vivemos a verdade
Que reluz no coração
Somos força e coragem
Enfrentando a escuridão

E onde o amor for infinito
Que eu encontre o meu lugar
E que o silêncio da maldade
Não me impeça de cantar

Talvez você me encontre por aí
Quem sabe a gente possa descobrir no amor
Sonhos iguais, noites de luz
Que os dias de paz estão em nós

Que o desprezo que nos cerca
Fortaleça essa canção
E que o nosso egoísmo
Se transforme em união

E onde o amor for infinito
Que eu encontre o meu lugar
E que o estorvo da maldade
Não me impeça de voar

Talvez você me encontre por aí
Quem sabe a gente possa descobrir no amor
Sonhos iguais, noites de luz
Que os dias de pazestão em nós

A bondade é fortaleza
O amor tudo é capaz
E que a cegueira da certeza
Não sufoque os ideias, do amor


(parte falada)
Em que em cada coração, árido ou concreto
Pulse uma semente de primavera
Como a luz que da janela emana raios de coragem
Coragem é agir com o coração
Coragem é agir com o coração
E que para cada ato de coragem nasça uma flor
Uni-vos em torno da luz
Há um horizonte inteiro de amor dentro de cada um de nós
Para encontrá-lo basta acreditar que sim
Da luz eu sou, na luz eu me movo
Da luz eu sou, na luz eu me movo
O amor é a única revolução verdadeira!

Um comentário:

  1. Irmão, acho que você precisa de um abraço!!!

    Tarcísio.

    ResponderExcluir